magazine RISCO ZERO n7 - page 7

/7
Durante os dias 1 e 2 de Setembro, o VII Congresso da Comunidade Médica de Língua Portuguesa reuniu dezenas de representan-
tes das comunidades médicas lusófonas para reforçar laços de cooperação e formação entre esses países. Durante dois dias foram
debatidos os seguintes temas: diagnósticos nacionais de saúde, saúde mental e violência, mobilidade e educação médica especia-
lizada, capacitação e desenvolvimento no espaço lusófono, saúde e economia e língua e patria. O encontro decorreu no Centro de
Cultura e de Congressos da Secção Regional Norte da Ordem dos Médicos de Portugal, no Porto.
“Saúde Mental e violência” foi o segundo tema abordado neste congresso, e contou com a participação de Armando Leandro,
presidente da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens, Ricardo Baptista Leite, deputado e coordenador da Unidade de Saúde
Pública do Instituto Ciências da Saúde da UCP, Jorge Sales Marques, da Associação de Médicos de Língua Portuguesa de Macau,
António Pacheco Palha, professor jubilado da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, e Isabel Cardoso, directora geral do
Centro de Segurança e Saúde no Trabalho de Angola (CSST). Isabel Cardoso falou da área específica da saúde mental e da violên-
cia no meio laboral, referindo também a preocupação do CSST no desinvestimento na saúde do trabalhador, que está a acontecer
em Angola nesta fase de crise económica com empresas a investir menos na segurança, higiene e na saúde do trabalhador e nas
consequências futuras para a saúde mental dos trabalhadores e as incontornáveis consequências para a baixa produtividade e o
aumento dos problemas sociais, violência conjugal e/ou contra idosos e dos suicídios.
Participação do CSST - Angola
CSST
1,2,3,4,5,6 8,9,10,11,12,13,14,15,16,17,...84
Powered by FlippingBook